NOTÍCIAS

Tim lança primeira rede 4G comercial no Brasil

A operadora Tim lançou nesta última quarta-feira a primeira rede 4G comercial dedicada à Internet das Coisas no Brasil. Instalado na cidade de Santa Rita do Sapucaí, em Minas Gerais, o sistema usa a tecnologia NB-IoT e a faixa de frequência de 700 MHz para garantir um alcance maior com menos consumo de bateria. A ideia é que a rede seja útil principalmente para as aplicações de smart city, como semáforos inteligentes, mas que também possa ser aproveitada pelo agronegócio e até mesmo por máquinas de cartão.

A instalação da rede foi feita em parceria com a Ericsson e com o Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), cuja sede é na cidade, que também é um polo de engenheiros da área. Conforme explicou Leonardo Capdvellie, CTO da TIM, ao Mobile Time, a implantação começará ainda neste ano, e exigirá apenas uma atualização de software. As aplicações de smart city, segundo reportagem do Telesíntese, serão lançadas já no próximo dia 26.

“O que estamos fazendo é convidar alguns fornecedores para o ecossistema em Santa Rita do Sapucaí para começar a prova de conceito e teste para solução”, diz o executivo ao Mobile Time. Ou seja, caso a experiência seja bem-sucedida e haja um “aumenta do ecossistema e da demanda”, a operadora deverá levar o sistema para outras cidades.

Hoje, o número de municípios que poderia receber um sistema do tipo é enorme: a Tim disponibiliza o 4G de 700 MHz em mais de 1.000 deles. O plano, no entanto, é aumentar ainda mais, chegando a 4.000 cidades até 2020. E caso a demanda aumente muito, com uma provável “explosão” da Internet das Coisas, a operadora ainda pretende usar outras frequências, como 1.800 MHz e 2,5 GHz, em redes dedicadas.

Related posts

Android P: Google Libera última prévia para desenvolvedores

nandoscarpa

Galaxy J7 Nxt Começa receber android 8.1

nandoscarpa

HACKER PEGA 2 ANOS DE PRISÃO POR ATAQUE DDOS

nandoscarpa

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.